segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

DIMENSÕES



-TEMPO / ESPAÇO-

VELOCIDADE

 \GRAVIDADE/




estrela_026.gifO MUNDO E AS DIMENSÕESestrela_026.gif



Salve Deus! 
Nossa ideia de mundo, do existir é concebida por nossas percepções humanas. Nossos sentidos foram sendo desenvolvidos a medida em que aprendemos e apreendemos as coisas ao nosso redor. Temos cinco sentidos, é através deles que dimensionamos tudo quanto nos rodeia. Como personalidade é desenvolvida através de registros de nossos sentidos, nosso cérebro à milhares de anos tem retido e passado esses instintos as gerações futuras pelo código genético. Portanto, percebemos e dimensionamos nosso mundo pelo palpável. A religião e ou produto dela nos leva a deparar com outras informações que não obedecem à regra desse “palpável”, concreto, estruturas físicas que por si só, já provam sua existência. A fé, o crer, abre nos outros mundos, outras formas vivenciais que para nós ocidentais vem encontrando neste limiar do terceiro milênio uma ambiente mais propicio de aceitação. A Doutrina do Amanhecer é um conjunto de ritos, os quais contém palavras mântricas, as quais podemos denominar de preces. Lidam com uma energia invisível que conhecemos como ectoplasma. Esse só é emitido, fabricado por elementos ou estruturas orgânicas, somente aquilo que é vivo pode emitir ou fabricar esse ectoplasma. Os seres humanos emitem o ectoplasma através da corrente sanguínea. Na passagem do sangue pelo sistema circulatório o sangue é quantificado e mudado qualitativamente venoso a arterial e vice versa. Nesta condição é produzido o ectoplasma.
Como ele é gerado e flui pela corrente sanguínea e esse mesmo sangue serve como transportador de oxigênio e elementos químicos que nutre o corpo humano, as substancias que comemos pode interferir na qualidade do ectoplasma, assim como mudar a percepção do indivíduo. Então entramos em uma outra linha de pensamento, agora voltando ao inicio de nossa divagação. Existem outros mundos diferente daquele que conhecemos...Se pensarmos que Jesus em uma de suas parábolas nos disse que: “Na casa de meu pai, há muitas moradas”, vamos ter que admitir que neste universo imensurável, tão infinito como o tempo, deve existir outros mundos, ou melhor outras dimensões. Em seu livro ano 2000 conjunção de dois planos, escrito pelo Primeiro Mestre Sol trino Tumuchy, Tia Neiva nos fala de seres intergalácticos que habitam um planeta que eles denominaram de Capela. Neste mundo a morfologia de seus habitantes é física. Tem uma organização social bastante complexa e ao que nos sugere a Clarividente é nosso mundo de origem. Esses seres, entre eles podemos mencionar Eris, Stuart, Jhonson Plata são viajantes intergalácticos e tem a missão de nos auxiliar em nosso processo evolutivo. Para chegarem até o nosso planeta passam por um portão interdimensional situado na lua, após sua desmaterialização esses seres e seus veículos espaciais assumem uma forma fluídica ou etérica. Essa condição , segundo a Clarividente é para que seu magnético ou energia possa não nos prejudicar. Nós chamamos esses veículos de Amacê, delas saem outros veículos chamados chalanas, estão presentes em nossos templos e ambientes doutrinários abertos como Estrela candente e Estrela de sublimação. Mas também existem outros mundos ou dimensões que coexistem com nosso mundo físico. São de matéria fluídica que denominamos espiritual.Tem uma morfologia etérica que não conhecemos ainda completamente. Neste mundo ou dimensão, o ectoplasma pode servir como ambiente modificador e até como elemento condutor , ou alimentador das individualidades que nele habitam. 
Segundo nossa Clarividente existem lugares, habitáculos que albergam uma série de individualidades das mais variadas formas e evolução. Um desses ambientes são as cavernas etéricas. Nestas os espíritos de densidade molecular pesada, essas individualidades estão mais ligadas ao plano material, não admitiram sua condição de desencarnados, precisam ainda da energia dos encarnados e numa cão simbiótica assimilam, drenam a energias dos humanos encarnados. Sua condição de vampirizar pode chegar ao ponto de deixar o encarnado doente. Essa patologia não pode ser detectada pela medicina convencional. Através do mediunismo e sob a força de um trabalho espiritual os médicos do espaço podem tratar as entidades sofredoras que estão causando aquela moléstia e o paciente então volta a sua normalidade. Essas cavernas são normalmente comandadas por Exus poderosos, inteligentes que aliciam outros espíritos na coleta de ectoplasma e subsequentemente na formação de imensas falanges que depois podem transformar-se em legiões. E o mais interessante; essas cavernas podem estar em qualquer lugar, e somente aqueles que tem vidências ou clarividência podem determinar onde estão situadas. Outra situação, quanto a existências de outras dimensões são as Casas Transitórias. São ambientes que circundam a Terra. São formadas por vários tipos e formas para albergar e tratar os espíritos que deixam a roupagem material. Algumas dessas localidades nos as conhecemos como Albergue de Irmã Lívia, Hospitais de São Francisco de Assis. 
Tia Neiva também nos fala das Rodoviárias Universais de onde partem os espíritos para os diversos locais para tratamento, reencarne e até para as origens. Também nos fala de Mayante, Tapir e outras que são os pontos em que os Jaguares habitam depois de seu desencarne. Existem segundo a Clarividente locais onde são produzidos as energias puras e que estão nossos dirigentes espirituais que ela denominou de Supremo. O primeiro Mestre Jaguar Trino Araken nos fala das origens do Terceiro Ciclo onde os nossos Mentores habitam e de lá partem quando é necessário sua ação de socorristas universais. Ainda temos muito que conhecer para podermos agir com mais prudência, entender que quando estamos nos templos do Amanhecer, vivemos em meio a uma multidão invisível de individualidades extremamente evoluídas que nos dão seu amor incondicional, que também estamos rodeados por milhares de sofredores. Podemos transitar entre cavernas perigosas, nos Hospitais Espirituais. Precisaríamos de sermos mais prudentes. Respeitar mais esse mundo invisível. Abraçar verdadeiramente essa condição espiritual que nos foi dada. Entender que a Doutrina do Amanhecer foi criada por Espíritos Milenares, Santos Espíritos, que suas leis são regidas por códigos e convenções espirituais que não obedecem a padrões humanos.Seu executor, Mentor é uma grande veterano que se chama Seta Branca, o Simiromba de Deus. Quando quebramos as regras dessa doutrina, estamos também fazendo a mesma coisa com esse veterano espírito... O Simiromba de Deus...e com Nosso Senhor Jesus Cristo...
É bom pensar...Refletir..
Gilmar


estrela_026.gifNÓS E O UNIVERSOestrela_026.gif
Imagem relacionada
TEMPO/ESPAÇO
VIAGENS ESPIRITUAIS

Salve Deus!
Nosso entendimento do universo ainda é limitado, mesmo com os recursos tecnológicos existentes conseguimos à muito custo chegar a Lua. Um dos maiores obstáculos para viajar no espaço é a velocidade alcançada por nossos atuais veículos interestelares, a exemplo a Voyager viaja a 56.000 km/h. Para termos ideia, segundo alguns esotéricos o planeta Capela dista-se da Terra 45 anos luz de distancia, se levarmos em consideração que a luz caminha a 300.000 km/segundo, que dá aproximadamente 1 079 252 848,8 km/h veremos que nossa nave Voyager está engatinhando, visto que se algum habitante de Capela a nos visitar demoraria 45 anos.
Conhecemos nossa dimensão física, nela nascemos, crescemos e morremos. Mas isso não quer dizer que não existam outras dimensões, assim como as energias são variadas e conhecemos já uma série delas, nosso conhecimento das dimensões vem ampliando-se.
Mesmo que teoricamente vamos tateando essas dimensões e procurando inteirar-se delas e buscando quem sabe, buscar segredos que nos auxiliarão a entender quem somos.
Em nossa doutrina sem nos apercebermos rompemos as barreiras do espaço/ tempo com a mesma naturalidade que tomamos um copo de água.
Tia Neiva nos mostrou a presença de veículos interestelares que denominou de Amacês. Ela foi transportada por viajantes que nós conhecemos como Stuart (Tiãozinho), Eris e Jhonsom Plata.
Do espaço viu a Terra e os outros corpos celestes. Também nos informou que essas naves assumiam sua forma fluídica ou etérica para nos assistir. Contou-nos sobre a existência de vários outros mundos e planos, os quais eram assistidos por essas naves e também sobre a existência de rodoviárias espaciais.
Os espíritos para percorrer essas dimensões usam de artifícios ainda poucos conhecidos por nós. Nossa Clarividente nos fala da migração interplanos ou interplanetários, que as Amacês dão nos assistências em nossos templos e nos os outros que funcionam a céu aberto. Ficam estacionadas sobre esses locais deixando os espíritos para receberem o ectoplasma e o magnético animal humano, recebem uma espécie de limpeza magnética ou energética, quando atingem uma densidade molecular mais sutil podem ser reconduzidos aos veículos interestelares ou Amacês, ou transpõem o nêutron e no Canal Vermelho vão para os hospitais espirituais para tratamento.
Vamos tentar entender essa mecânica ou dinâmica de funcionamento de nossos processos de tratamento, traslado e intercâmbio de seres humanos, individualidades etéricas ou fluídicas.
As individualidades de luz que nos assistem ,segundo o Primeiro Mestre jaguar Trino Arakem, habitam o terceiro ciclo ou Origens. Neste local, sugere ele, ser muitíssimo evoluído, seus habitantes tem juma aparência cronologia dos terráqueos no máximo de quarenta anos. São seres com constituição morfológica muito evoluída.
Amam  incondicionalmente, quando necessário sair em socorro de seus tutelados, no caso, nós  outros, seres humanos, assumem a forma que conhecemos de nossos mentores para nos assistirem. Para isso utilizam seus veículos espaciais que tem forma e estrutura molecular física. Não podem aqui na Terra chegar nessa forma. Para isso passam por um espécie de portal de alteração de sua estrutura na Lua (comandado por Stuart, ou Tiãozinho), quando assumem a forma fluídica ou etérica aproximam se de nossos templos fazendo esse intercâmbio no traslado de individualidades desencarnadas.
Segundo Einstein, se tivéssemos condições de viajar a velocidade da luz, a cada ano percorrido no espaço, se passariam cerca de cinquenta mil anos terrestres! Portanto, temos que concluir que nossos mentores usam processos mais precisos e rápido que quebram o que chamamos a de “dobra do tempo”, pois com certeza viajam todos os dias nos numerosos templos do Amanhecer fazendo essa migração de espíritos.
Nessa relação de tempo e espaço temos que conjecturar sobre a possibilidade da fusão das várias dimensões e ou planos existentes. Dessa forma, o que chamam de “buraco de minhoca” que é uma espécie de atalho interplanos ou atalho dimensional que propicie e favoreça esse atendimento espiritual.
Nossos recursos técnicos é a mediunidade. Através do ectoplasma, que é nosso combustível, utilizamos técnicas mediúnicas, que são como chaves para abrir e movimentar toda essa mecânica espiritual.
Os templos do Amanhecer são locais que rompem a barreira de tempo /espaço, na verdade são atemporais, onde as individualidade transitam entre passado, presente e futuro com muita facilidade.
A mediunidade é fator ou motor de toda essa mecânica que nós participamos quase que inconscientemente . Somos preparados através de técnicas especificas, nossa estrutura corpórea , embora sendo física, é um processo acumulado de átomos codificados que principalmente pela ação dos nervos em locais específicos que conhecemos como chacras , transportam e modificam a energia condicionando uma condição de recepção e emissão de energias que nós conhecemos como força mediúnica.
Nossos Mentores e Guias são parceiros nessa movimentação, Tia Neiva nos fala do Canal Vermelho que na verdade é uma dimensão não muita longe de nosso planeta. Na verdade é um mundo etérico, cuja finalidade é a acomodação ou preparação dos espíritos que ficam numa espécie de quarentena para depois seguirem até as rodoviárias interdimensionais e encontrarem seu ponto ou origem para continuarem seu caminho evolutivo.
Nessa relação de espaço /tempo, nós como seres encarnados, ou ainda melhor presos a uma forma física, sentimos a ação dessa forma de medição conhecida como tempo, assim como a ideia de embaixo, em cima existe para nós que habitamos o planeta Terra. Uma entidade é capaz de sair de seu mundo de origem, viajando a velocidade que nem podemos mensurar, ou de lá projetar-se numa fração de segundos. Para isso utilizam de seus portais interdimensionais , ou janelas espaciais e o quem chamamos comumente em nossa doutrina de portais de desintegração.
Também são utilizados nesse processo os recursos que favorecem ou auxiliam essa situação os incensos, as velas, e também os Mantras que tornam o neutrom mais permeável facilitando portanto, a troca dessa informações. A Pira, as elipses são elementos técnicos na captação e emissão dessas energias.
Nossa maior fonte de energia é a Corrente Mestra que parte de uma estação ou dimensão que Tia Neiva disse nos chamar Tapir, um conjunto de Torres situado no espaço, chega até a Pira e é distribuídas tanto nos plexos do médiuns ao fazer sua preparação, lembremos que o nome preparação sugere se colocar na condição de estar energizado, preparado, condicionado com as energias ali emanadas por individualidades que vibram na mesma faixa de energia. Tanto que ao terminar o trabalho mediúnico do dia, o médium encerra seu trabalho, ou se desconecta da força recebida ou utilizada para sua tarefa mediúnica.

Precisamos ainda conhecer mais, para respeitarmos e melhor aproveitar tudo o quanto nos é oferecido, assim quem sabe respeitaríamos mais esse povo celestial que nos assiste.
É este pouco que ainda podemos falar…
Gilmar
Adelano.

estrela_026.gifCAPELAestrela_026.gif
Imagem relacionada

Também conhecido como "Planeta Monstro" – Significa "ultima espera" ou "guarnição do nicho de Deus"mundo parecido com o nosso, dividido em quatro partes, quatro "mundos diferentes" – Uma dessas partes chama-se "Umbanda", outra chama-se "Capela". Já foi visto duas vezes pelos astrônomos. A dificuldade na sua observação é devido ao fato de ser um planeta detrás do Sol, que periodicamente sai da sua órbita, e isso confunde os cientistas. A missão fundamental de Capela, no momento, é presidir a transição do segundo para o terceiro milênio da fase atual da Terra. Capela é de terra, de água e de ar. como a Terra. Só que sua composição é diferente, de outro tipo. Capela é na realidade um mundo dividido em quatro mundos diferentes. À semelhança do que acontece na Terra com suas regiões distantes, cada um desses mundos ignora os outros. Na verdade existem somente dois desses mundos que sabem da existência um do outro. Capela é o princípio e o fim do Homem na Terra. Aqui só encarnam e reencarnam espíritos vindos de lá.

Nós perdemos o contato com nossa Pátria, nosso Planeta Mãe há 32.000 anos. Em todas as mensagens do Pai Seta Branca podemos observar que são de esperança de nossa volta. Para que possamos voltar nós necessitamos de conhecer o caminho de volta. Nós estamos perdidos, ou melhor, estávamos. O caminho de volta nós vamos descobrir exatamente no cumprimento desta Missão. Nós pertencemos a uma tribo poderosa, de Pai Seta Branca, de Yemanjá, o poder que estes espíritos têm, muitos outros, Pai João de Enoque, Amanto. Um puxando o outro. Pai Seta Branca puxando os que estão na esfera, praticamente libertos da Terra. Estes nos puxando. Nós puxando os que estão nas cavernas. Por isto que o Pai nos alerta: de que adianta você querer morrer, se não sabe o caminho de volta? Precisamos ter consciência de que já estamos alem da morte. Já ultrapassamos a barreira da morte. Os civilizados do contato e do amor são muitos. Nós estamos a caminho da evolução do Terceiro Ciclo. Nós viemos das origens, das Colônias, dos mundos colonizados. Do segundo Ciclo. Por isto, neste plano, somos todos iguais, não tem um melhor que outro. Mas, um dedo acima da cabeça, cada um é o que é, o que ele já aproveitou destes 32.000 anos.

"DEUS já lhes concedeu mil luzes na sua bênção, porem filhos, o ser vivo, condicionado, se esqueceu do seu relacionamento eterno. O Homem é uma entidade espiritual que só pode ser feliz conhecendo o caminho de volta ao seu lar espiritual, de sua origem; o seu reino, personalidade em DEUS." (SETA BRANCA) O homem condicionado que o Pai fala, é o homem reencarnado, é o espirito reencarnado. Nós temos nossas limitações, exatamente porque nos sujeitamos à Lei de Causa e Efeito, a Lei do Karma. Nas horas incertas nós recebemos o chamamento, a orientação dos nossos Mentores, da nossa meta, da Missão aqui na Terra, mas na maioria das vezes, principalmente na época em que estamos vivendo, o homem ignora a sua consciência, ele a sufoca, não aceita, enfim… Sai da sua rota, se perde. Nós temos uma rota traçada. Tudo acontece como realmente tinha que acontecer. Para que nós possamos descobrir a nossa identidade, voltar para Deus, para nossas origens no Terceiro Ciclo, o caminho é este que nós estamos, é a Missão. É pela Missão que aos poucos nós vamos tendo consciência dos Planos Espirituais.


Nós temos uma contagem de sete dimensões sobre a Terra, sete, vamos dizer assim, Camadas. Cada dimensão dessa se divide em planos. Gradativamente, pela força do nosso trabalho, do nosso desenvolvimento, nós vamos adquirindo consciência de outros planos. De outras dimensões. Ali nós vamos conhecendo o caminho de volta para Casa. Porque Jaguares, hoje os senhores partem do 3º 7º e hoje os senhores já estão com um pé no Canal Vermelho. O 3º 7º – Canal Vermelho, é uma dimensão com vários planos. Ele é tão grande que, em muitos locais, para se deslocar, precisa ser em naves, não dá para levitar, não dá para sair levitando daqui… é necessário naves. Isto significa que vamos descobrindo nossa identidade, pela força do nosso trabalho, pela força da nossa Missão. Aqui nós temos consciência do que é um quadro, do que é uma fotografia, do que é uma parede, enfim… do que é o Tião, você olha, você tem consciência. Para nós homens condicionados, nessa situação, temos consciência. Saímos daqui e vamos para outro plano, ou para uma outra dimensão, nós vamos adquirindo consciência. Em determinada dimensão é normal se ver um pássaro, com bico dourado, ou que seja todo dourado, que fala. Se tiver um pássaro falando aqui, vão te chamar de louco. Mas lá existe. Quer dizer, você não traz na sua mente, mas na hora que você sai do corpo e chega lá, isto é normal, você conhece. Então, gradativamente, nós estamos homens, espíritos condicionados, mas com várias consciências, de várias dimensões. Depois destas sete dimensões, começa a contagem para Capela. Na sétima, já é contagem regressiva para Capela. É aqui que nós estamos descobrindo nossa identidade e conhecendo o caminho de volta para Casa. É pela força do Trabalho. A carta que os senhores têm. A Lei do Adjunto, fala nisso. Só se descobre a Ciência, pelo Trabalho. Pelos Bônus Hora. Pelo dinheiro que você ganha. Pelo Carma que você liberta. Nós vamos nos limpando, vamos tendo condições de galgar… e à medida que o Mestre for crescendo, ele pode chegar num lugar e se subdividir. Você está aqui encarnado, não pode entrar em um determinado lugar, você pode projetar e você vai para aquele lugar. Isto se consegue pelo Trabalho, pela Lei do Auxilio, não é pela leitura… Para que nós possamos ir descobrindo este Caminho, a nossa Identidade Divina, Eterna, é necessário que agente "puxe" e para isso nós precisamos ter dinheiro.

A informação que temos de Koatay 108 é de que quando vier o Planeta Mãe, vamos ficar sete dias e sete noites sem sol, ele vai se interpor entre o Sol e a Terra. A Terra vai sofrer com as marés, com terremotos, etc. Com a passagem do Planeta Mãe, esta faixa pesada, essas falanges de espíritos, serão arrancadas. Capela vai levar. Para onde não sabemos.


Imagem relacionada

CAPELINOS – Seres físicos lidam com processos materiais, diferenciados, portanto, dos processos dos espíritos e têm uma tarefa a executar. Seu planeta – CAPELA – preside os destinos da Terra desde o princípio e seu contato com os terráqueos se faz de muitas maneiras. Nos momentos decisivos, nas transições da Terra em sua trajetória infinita, esse contato se intensifica, se materializa. Esse povo sempre viveu entre nós e nós sempre vivemos entre eles, e essa convivência sempre foi percebida. Apenas o registro dessas relações é que tem sido feito de maneira precária, devido os limites naturais dos seres humanos. Também tais registros nenhuma utilidade teriam pois apenas pareceriam interferências no sagrado direito de decisão, no livre arbítrio. Eles agora virão, como já vieram no passado, fisicamente. Virão para nos ajudar na difícil e catastrófica passagem deste Milênio para o próximo. Por enquanto virão como socorristas, para nos conduzir através dos desastres físicos, psíquicos e espirituais que se abaterão sobre nós. Sua própria maneira de chegar já são impactos desagradáveis. Mas tais impactos têm a finalidade de ensaios, de preparação para os acontecimentos do futuro próximo. Seus aparelhos irão causar assombro e boa porção da humanidade vai-se apavorar, mas isso faz parte da sua didática. Muitas vezes é preciso ao ser humano se assombrar e se apavorar para poder enxergar a própria realidade. Basta imaginar, por exemplo, um imenso aparelho metálico sulcando os céus em velocidade fantástica, com resultados danosos para as aerovias, as comunicações e o equilíbrio da atmosfera, para termos uma ideia do que pode acontecer. Se quisermos estar realmente preparados para esse e outros acontecimentos fora do comum, devemos desde já ampliar nosso campo consciencional.

Por Adjunto Romar
Mestre Romulo Acioly

estrela_026.gifDIMENSÕES PARALELASestrela_026.gif
Imagem relacionada

Salve Deus!
Essa identificação espiritual que nos faz acreditar nesse eterno que Tia Neiva nos mostrou através de sua clarividência é a mola propulsora para que possamos dar o primeiro passo desse ingresso no que ela denominou Magia de Nosso Senhor Jesus Cristo.
As religiões sempre nos colocou um céu ou um paraíso e também um inferno como meta final de nossa caminhada após passar por esse curso chamado existência aqui nesse planeta Terra.
Tia Neiva nos fala já de dimensões espirituais com faixas especificas, as quais iremos alcançar dependendo do aproveitamento que tivermos nesse atual curso ou encarnação. Também nos fala de dimensões com variados níveis evolutivos: dos Pântanos Sombrios, Vales Negros da Incompreensão, Umbral, das Casas Transitórias, Fontes Universais; enfim, de mundos os quais nem pensávamos que existiam.
Em nosso dia a dia, embora com todo esse conhecimento, não colocamos essa situação como principal em nossa existência ou nossa missão.
A razão é porque Tia Neiva sempre nos ensinou a acreditar na vida, como ela mesma disse, a morte não tem voz e para nós ela não existe, muito embora certa feita o Regente Araken tenha dito que: “O Jaguar não está pronto para morrer”.
Dessa forma estamos trabalhando, compartilhando nossa existência com espíritos desencarnados que sem nos apercebermos numa simbiose, somos sugestionados, intuídos em nossa vida e, nossas ações nem sempre podem ser classificadas como unicamente nossas.
Uma das formas dessa interação são as obsessões e atuações provocadas por espíritos que ainda estão ligadas a Terra e dessa forma gerenciam os encarnados que vibram na mesma frequência que eles.
A forma de ligação dos espíritos sofredores com os encarnados é através da frequência vibratória, assim quando vibram na mesma frequência essa interação faz com que os encarnados sejam intuídos e em casos mais acentuados ou graves, governados por essas individualidades.
A Clarividente afirmou que “acima de nossas cabeças quem pode afirmar o que é bom ou mal” ...Dessa forma como no conceito de “força”, ela não é boa ou ruim, sua aplicabilidade em forma de energia é que determina sua forma de ação ou se será boa ou ruim.
Nesse mundo espiritual, etérico, ou de dimensões essas individualidades tem uma limitação de caminhar entre elas, sabemos que somente as individualidades que são de pura luz podem migrar entre essas dimensões. Os espíritos que ainda não atingiram essa condição limitam se em perambular ou caminhar em suas faixas especificas, dessa forma não tem essas individualidades a mesma liberdade que nós outros encarnados temos de nos misturarmos entre as pessoas boas ou más.
Partindo desse conceito as ações determinadas pelas individualidades devem ser observadas quanto sua finalidade e objetividade pois, um espirito iluminado de forma alguma irá participar de ações com cunho humano, ligada as coisas e valores físicos. Também não irão censurar, punir as nossas atitudes, irão sim nos intuir e de forma subjetiva, nos ensinam o caminho a seguir mas, sempre preservando nossas escolhas e direito de decidir e, mesmo quando tomamos nossas decisões, e essas, não são de cunho doutrinário, eles permanecem em vigília, aguardando que retomemos nossa caminhada evolutiva.
Em nossa doutrina o transito de individualidades é muito acentuado e, se levarmos em consideração que o templo é um edificação projetada e destinada a abrigar encarnados e desencarnados para tratamento ou recuperação, temos que entender que a doutrina é destinada a tratar as patologias diversas que atingem o espirito e, é evidente que essas são provocadas ou originadas de individualidades doentes, mas que tem condições e conhecimento na manipulação de energias diversas, dessa forma, podem passar por Mentores ou Guias para conduzir e formar suas legiões. Também é preciso entender que esse “Mal” que conhecemos pode muito bem ser uma condição humana, e que nos planos espirituais essas entidades podem achar que estão ajudando seus familiares ou amigos, pois suas mentes encontram deformadas, alteradas, sua alimentação é fluídica, necessitam do ectoplasma fornecido pelos seres humanos, pois o mesmo é moeda de troca, alimentação e combustível que é largamente utilizada nos planos espirituais, e quando falamos planos espirituais não estamos falando se nesses planos veiculam energias puras ou não.

As dimensões são diferenciadas e abrigam uma grande quantidade de individualidades e essas, se adequam ao quantum vibratório dessas regiões formando aglomerações com sua hierarquia própria e, quando essas individualidades ainda não estão completamente isentas de células doentes ou impuras, as ações desses espíritos podem ser direcionadas equacionadas as dos habitantes da Terra. Portanto algumas ações de algumas doutrinas e até mesmo religiões podem ser dirigidas ou mantidas pelas mesmas, e podem curar e até dirigir as pessoas para o bem delas, portanto com um preço e esse normalmente é o ectoplasma.

Resultado de imagem para dimensoes paralelas

A mente humana está condicionada a preservar sua espécie, dessa forma, ele está programado para se proteger e também estabelecer essa proteção aos mesmos de sua espécie. Assim, criou-se meios para estender essa proteção e ela pode ser objetiva, direta ou subjetiva. As religiões é uma maneira que o ser humano encontrou para suprir a deficiência humana no sentido da morte,o cessar das funções biológicas, e a religião conduz o indivíduo ao sagrado e este, ultrapassou as barreiras da vida e existe no eterno...
E justamente essa forma de eterno condiciona a mais um estado de perpetuação existencial, direta ou indiretamente os seres humanos criaram fórmulas pretensamente mágicas para vencer a morte, do outro lado os mesmos seres que um dia estiveram sobre a vestimenta da carne, “encarnados”, vencem essa barreira e nos auxiliam ou acham que estão nos auxiliando quando atingem essa condição fluídica, que na verdade é um célula individualizada de Deus.
Portanto, o conceito é que partimos um dia, nos individualizamos do “Todo”, e começamos a migrar em variadas dimensões, reunimos em famílias com afinidades, formamos clãs ou grupos sociais, mas em cada dimensão que passamos adquirimos os costumes dessas dimensões e muitas vezes deixamos o objetivo ou heranças que herdamos desse “Todo”, e fomos novamente reconduzidos a um escola para adquirir, ou sanar as deficiências adquiridas nessa caminhada. O ser, o indivíduo se dividiu, em partes que em algumas dimensões, principalmente as mais densas, as quais, necessitam de um estrutura biológica para existir, participar de seu meio, como no caso de nosso terceiro plano ou Terra, é necessário que essa partícula que chamamose perispírito se unam a uma física, que é a carne, montadas em uma estrutura celular e nela habite, “encarne” para tentar buscar sua progressão espiritual.
Para isso há toda uma programação que é firmada, estabelecida em planos sutis, onde o próprio ser se programa para essa empreitada.Uma vez acertada as bases para esse curso,ou encarnação ele projeta, constrói, molda uma personalidade adequada para essa jornada, e nisso está incluso ,os pais e o ambiente que irá viver.
Não sabemos como é a organização social de seres iluminados, quais são suas reais atribuições e funções, e mesmo de espíritos sofredores sabemos ainda muito pouco, principalmente sua forma de atuação, pois cada legião ou grupo de espíritos se especializa em determinada condição de atuar e coletar informações entre os indivíduos que estão próximos a eles. Sua morfologia, alimentação fluídica, quais são os níveis evolutivos que se enquadram dentro do sistema universal. Conhecemos da estrutura humana e ainda assim, muito precário esse cabedal de informações, vivemos de narrativas de nossos antepassados no qual atribuímos o nome de história, mas essa, é desvirtuada segundo o interesse dos grupos sociais vigentes, nossa população encarna , renova-se a cada cem anos, outro grupo de indivíduos surgem dentro de uma outra tônica espiritual ou dimensional e esses estão em sintonia com o momento que vivem, a cada geração ou ciclo todo o universos com suas infinitas dimensões assumem uma programação diferente, cuja energia e propósitos são diferentes e tudo isso tem que se ajustar ao propósito único, autônomo de evoluir , nesse universo sem tempo e espaço.


Resultado de imagem para as sete dimensoes da terra

Esses mundos paralelos assimétricos, fluídicos se intercalam, se misturam, e as comunicações entre si depende de fatores que são bloqueados, misturados e canalizados em faixas e feixes de energias que não são plenamente seguros e puros pois nem sempre os veículos condutores ou transmissores conseguem faze-lo sem a interferência de outras faixas de energias onde veiculam outras informações. Daí as interferências que alteram a programação daqueles cuja tecnologia superior nos envia suas sugestões através de canais intuitivos.3
A energia que movimenta o todo, o universo é constituída das mais diversas formas e espectros de luz, essas variações de cores registram , canalizam individualidades ,cujo caráter evolutivo permeia, varia entre as cores e aspectos densos a formas extremamente sutis e brilhantes, essas individualidades sejam elas evoluídas ou não, necessitam do quantum energético adequado para poder viajar, caminhar, migrar nas dimensões existentes nesses universos paralelos.
Na crosta terrestre existem colônias espirituais, ou dimensões cuja densidade molecular é projetada em níveis diversos. Nelas habitam individualidades que se ligam aos seres humanos por condição vibratória ou fluídica para absorver o ectoplasma humano, essa energia é direcionada para experiências cientificas voltadas principalmente para a gênese humana. Essa ciência genética é voltada para a criação de seres humanos sem passar pelo formato ou condicionamento divino, ou seja sem o charme, cujo elemento traz toda uma programação cármica que na verdade tem como objetivo o reajuste programático espiritual.
Nesses ambientes, mundos ou dimensões paralelas cujo plano vibracional é mais denso, relacionamos as cavernas, cujo habitat é preenchido por individualidades que estão ainda ligados, conectados com o sistema psicológico humano que os procuram para auxilia-los em sua vida diária, essa condição na verdade é um troca de energia, cujo pagamento é feito através de oferendas, e nessas está contido o ectoplasma contido em sangue de animais, além do compromisso estabelecido de quem o contrata. Esse ectoplasma fortalece seus líderes que munidos de mais força compra, escraviza outros indivíduos espirituais formando as legiões, essas especializam-se na subjugação dos seres humanos que sintonizados, numa simbiose muito intensa passam a atender os caprichos dos líderes fortalecendo ainda mais sua condição.
Em nossos Templos que na verdade são imensos laboratórios, estações espirituais onde em suas áreas são montados verdadeiros espaços etéricos cuja finalidade é a transformação e transmutação de energias contidas nos espíritos ou individualidades promovendo o que chamamos de cura desobsessiva.
Ferramentas extremamente evoluídas,em ambientes cuja energia são sutis mais de imenso potencial de energia, veículos interestelares que são modificados em sua forma estrutural ou fluídica na lua, chegam aos nossos Templos conduzindo num vai e vem de velocidade fantásticas espíritos para as casas transitórias para sua plena recuperação. Ainda sabemos pouco sobre essas dimensões, e é esse pouco que nos diferencia das outras doutrinas e religiões, pois temos a união de várias raízes que provém de diversas encarnações culminado com a força iniciática traduzida na corrente mestra.
É o pouco que podemos dizer..
Gilmar
Adjunto Adelano
Fevereiro 2014


estrela_026.gifENERGIAS ESPIRITUAISestrela_026.gif



estrela_026.gifGRAVIDADE/ VELOCIDADEestrela_026.gif


Salve Deus!
Nossa Doutrina embora muito complexa em seu funcionamento, não exige de seus participantes a compreensão total deles. A fé como elemento de coalizão dá condições para o pleno exercício da mediunidade, e esta por sua vez funciona de forma autônoma, necessitando apenas uma entrega ou doação do médium para que haja uma integração entre os elementos orgânicos e aqueles que poderíamos denominar de abstratos, espirituais ,fluídicos, ou fenômenos metafísicos , embora como várias denominações o fenômeno é praticamente o mesmo.
Quando estamos trabalhando mediunicamente não nos preocupamos muito com a mecânica do funcionamento dessas forças. Talvez seja essa a razão, infelizmente, de alguns médiuns não se preocuparem com a exatidão do cumprimento dos passos ritualísticos por justamente não ver, e até podemos afirmar não sentir plenamente o que acontece realmente durante o trabalho espiritual.
Há uma frase de Tia Neiva que diz que quando o homem não conhece suas forças ele age desatinadamente, mas quando passa a conhece-la, é prudente com estas forças.
Mesmo sendo um ritual onde a ação religiosa psicologicamente é predominante, a sua finalidade é caritativa, ou seja , em todos os nossos rituais está acontecendo um procedimento de cura. Muito mais sério ainda, é quando considerarmos que essa cura é direcionada a individualidades, seres como nós , que estão sofrendo de patologias que necessitam ser sanadas, e podem ser essas individualidades encarnadas (físicas) ou desencarnadas (etéricas), e se pensarmos bem, não fará diferença entre esses dois aspectos pois, nossa ação é sempre silenciosa e não nos preocupamos a quem é direcionada a cura que ajudamos a realizar, pois nisso há o amor incondicional.
Muito embora, os nossos olhos físicos não consigam visualizar a parte etérica dos fenômenos mediúnicos, é certo e sabido que há toda uma complexidade de interação de energias dando condições a essas realizações. Assim como, no que diz respeito ao conhecimento da manipulação de átomos, para que os fenômenos possam acontecer, ainda é para nós também bastante precário.
A modificação da estrutura molecular é o segredo de tudo. Transmutar a matéria, tornando-a partículas subatômicas, fazendo-as viajarem na relação de tempo e espaço numa velocidade até maior que a luz. Dessa forma é possível essa migração de individualidades que viajam através do cosmo, atravessando inúmeros planos ou dimensões variadas e, em cada uma no mesmo pensamento da energia vibram em padrões e frequências diferentes.
Por nossa constituição orgânica nossa referencia para tentar buscar a compreensão do que existe em nosso redor é o planeta Terra. Tudo quanto aqui existe obedece-se primeiramente as leis que regem o ambiente onde vivemos.
A gravidade é o elemento que nos mantém presos ao nosso planeta, assim como ordena as orbitas de todos os corpos celestes do universo. Portanto,quanto mais massa tem os corpos, mais densos eles são.
Nas criaturas que habitam nosso planeta sua estrutura orgânica, biológica sofre a ação da gravidade de maneira muito intensa. O Homem para se locomover de um lugar para outro criou meios de transportes cada vez mais velozes para essa situação. Mas, mesmo assim, a maior velocidade que alcançamos é um rastejar diante da velocidade necessária para que as individualidades desencarnadas possam viajar pelo espaço.
Tia Neiva nos mostrou que os mentores também necessitam de veículos interestelares para fazer essa migração, o qual ela denominou de Amacês ou Chalanas. Também nos relatou os encontros com seres extraterrenos que vivem, ou existem num planeta chamado Capela, entre eles Jhonson Plata, Eris e Stuart, esse último o conhecemos em outra roupagem ou forma de apresentação para nós , como Tiãozinho, um caboclo mato-grossense que desencarnou na travessia de um rio por volta de 1920. Esse espírito tem uma grande afinidade com nosso povo. Também nos falou a Clarividente que Pai Seta Branca, em uma nave chamada Estrela candente, no voo rasante desintegrou toda uma civilização com seu magnético. Também nos fala de rodoviárias espaciais com toda uma movimentação espiritual visando transladar espíritos desencarnados numa ação diária e continua.
Assim como essa movimentação ou migração de seres,como falamos acima, é um fenômeno que depende de conhecimento técnico e grande conhecimento na manipulação de energia.

Cruzar grandes espaços no universo depende de veículos interestelares avançados, e quando eles chegam aqui na Terra não podem estar em sua forma original ou física. Necessitam passar para outros estados da matéria, desagregá-las e reorganizá-las para que mesmo em seu estado fluídico consigam atender nossas necessidades. Por essa razão antes de estar em nossos ambientes sacro doutrinários , passam antes em nosso satélite natural a Lua; desmaterializam-se, pois o magnético, ou radiação poderia nos afetar, segundo palavras de Tia Neiva.
Como Amacês, Estufas e Chalanas eles ,todos os dias, fazem essa função de transladar espíritos de nossos templos, das estrelas, Abatás para ser tratados nos planos espirituais.
Mas esta é uma pequena parte dessa imensa movimentação de energias. Ao levarmos em consideração que tudo quanto fazemos em nossos rituais é movimentação e transmutação de forças, veremos o quão complexo é nossa doutrina.
Uma das situações em que mais nos envolvemos e é primordial em nosso dia a dia é a elevação de espíritos. E vamos falar um pouco sobre ela.
Essa ação envolve três estágios distintos para completar-se e são: 
Integração, Desintegração e Reintegração.
Resultado de imagem para desintegraçao

INTEGRAÇÃO:(*) 
Um espírito desencarnado é sumariamente uma energia condensada moldada pelo peri-espirito, ou corpo espiritual. Esta reunião de partículas atômicas e subatômicas, não são simplesmente energias sem domínio de si mesma; ou melhor, não estão como forças esparsas, vagando a esmo pelo Universo. Estão organizadas e reunidas segundo a sua coesão e padrão energéticos similares. 
Então, podemos concluir que estão reunidas e interagem sob:
- a coordenação de individualidades - com condições de manipular e encaminhar essas frequências vibratórias para locais previamente preparados e, 
- instrumentos físicos -; os quais poderão ser orgânicos e ou inorgânicos, em condições de trata-los, equaciona-los; destinando-os aos mundos mais puros onde as frequências energéticas existem em melhores condições para seu tratamento ou modificação em sua essência ou qualidade. 
Tudo isto, em nosso caso, significa que: - quando Doutrinador e Apará, com suas forças mediúnicas (somadas as energias evangélicas e iniciáticas existentes dentro dos recintos sacro-doutrinários) são combinadas; essa junção de forças (reunidos em mentores e recintos doutrinários) dão condição que um espírito possa ser conduzido a esses locais, e seu corpo espiritual denso possa ser conduzido do lugar onde se encontra (hospitais espirituais, rede magnética do Cavaleiro verde) e, através do mecanismo da mediunidade do Apará (incorporação) e Doutrinador, (campo magnético vibratório na puxada) ser integrado, reunido e, sob a força ectoplasmática, (alimentação ectoplasmática dos médiuns) ser retirado do paciente e/ou ambiente em que esteja preso (pode ser até por sua própria consciência) e, sob a ação dos movimentos de limpeza do Doutrinador; serem retiradas as partículas densas, pesadas deste corpo integrado molecularmente, onde adquire uma densidade mais sutil, podendo ser elevado aos planos espirituais, que poderá ser um novo plano mais adequado a sua condição vibratória, pois nos planos espirituais ou etéricos, a energia é emanada ou vibra segundo a similaridade vibratória.
(*)Texto reordenado pelo autor, por estar o original (abaixo) em  confusão silábica.
(Um espírito desencarnado é sumariamente uma energia condensada moldada pelo peri-espirito , ou corpo espiritual. Esta reunião de partículas atômicas e subatômicas, não são simplesmente energias sem domínio de si mesma, ou melhor, não estão como forças esparsas, vagando a esmo pelo universo. Estão organizadas e reunidas segundo a sua coesão e padrão energéticos similares. Então podemos concluir que estão reunidas e interagem sob a coordenação de individualidades com condições de manipular e encaminhar essas frequências vibratórias para locais previamente preparados e instrumentos físicos os quais poderão ser orgânicos e ou inorgânicos em condições de trata-los, equaciona-los destinando-os a mundos mais puros onde as frequências energéticas existem em melhores condições para seu tratamento ou modificação em sua essência ou qualidade. Tudo isto em nosso caso significa que: quando Doutrinador e Apará com suas forças mediúnicas somadas as energias evangélicas e iniciáticas existentes dentro dos recintos sacro-doutrinários são combinadas, essa junção de forças reunidos em mentores e recintos doutrinários , dão condição que um espírito possa ser conduzido a esses locais e seu corpo espiritual denso possa ser conduzido do lugar onde se encontra, hospitais espirituais, rede magnética do Cavaleiro verde, e através do mecanismo da mediunidade do Apará(incorporação) e Doutrinador campo magnético vibratório na puxada ser integrado, reunido e sob a força ectoplasmática , alimentação ectoplasmática ,dos médiuns ser retirado do paciente e ou ambiente em que esteja preso(pode ser até por sua própria consciência) e sob a ação dos movimentos de limpeza do doutrinador serem retiradas as partículas densas, pesadas deste corpo integrado molecularmente, onde adquire uma densidade mais sutil podendo ser elevado aos planos espirituais que poderá ser um novo plano mais adequado a sua condição vibratória. Pois nos planos espirituais ou etéricos a energia é emanada ou vibra segundo a similaridade vibratória.)


Resultado de imagem para desintegraçao

DESINTEGRAÇÃO:
Uma vez trabalhada, refinada, tratada; esta energia precisa ser reconduzida a um novo ambiente com condições adequadas e similares a esta nova condição a qual ela se encontra. Ela existia sob a forma de energia reunida de uma individualidade, um espírito com um corpo, uma identidade. Foi integrada no plano da Terra para ser melhorada, para isto foi transformada em partículas, viajou pelo cosmo em veículos especiais (Amacês) projetados e condicionados para este fim.Contou com a presença de um número grande de outras individualidades encarnadas para que este fato acontecesse as quais poderemos citar: 
Desencarnados- Mentores da corrente, responsáveis pela rede magnética, os ministros dos orixás do dia, mentores do Doutrinador, do Apará, do paciente e muito mais. 
Encarnados- Orixás do dia, Doutrinador, Apará e paciente.
Sabemos que a Terra é cercada por um campo magnético bastante atuante e é preciso que nós o denominamos de nêutron. Tanto para transpor essa barreira, este campo magnético, foi necessário usar artifícios especiais proporcionados pelas técnicas mediúnicas, no caso a puxada e a elevação do Doutrinador, a absorção pelo Médium Apará por sua incorporação e assim como para eleva-los, desintegrando o que foi integrado, transformando a energia daquela individualidade em moléculas atômicas sob a forma de feixes de correntes energéticas, o Doutrinador faz a elevação cabalística , redirecionando-o , transpondo além do nêutron, onde no Canal Vermelho em ambientes especiais, ou nos albergues e hospitais em salas com equipamentos adequados, como nos hospitais terrenos, irão receber esta energia que lá irá chegar de forma e estrutura especial.


Imagem relacionada

REINTEGRAÇÃO:
Assim como nosso aparelho de TV recebe os feixes de elétrons em seus circuitos e os transformam em áudio e vídeo, nos planos espirituais aquela individualidade que passara por dois estágios, integração e desintegração chega a sua viagem final, onde individualidades espirituais com alto adiantamento espiritual as recebem, a reintegram novamente sob a forma corpórea espiritual, refazendo sua identidade espiritual, reorganizando e tratando suas células espirituais passando por diversos estágios até que sua condição molecular, vibratória esteja isentas das cargas pesadas oriundas dos locais e ou sua própria consciência. Nestes três estágios somente um deles não há participação de nós encarnados que é a reintegração, pois esta só poderá ser feita pelos mentores nos planos espirituais. A grande diferença da Doutrina do Amanhecer é justamente essa, pois os espíritos ao serem doutrinados são entregues e conduzidos a quem de direito, não ficando, portanto a esmo no espaço.
Na Estrela Candente a junção de suas várias jornadas tornam ainda mais complexos esses fenômenos. Se considerarmos que a Estrela Candente é um espaço aberto, ligado diretamente sem nenhuma interrupção com os elementos celestes, como Sol, Lua e Estrelas, com certeza, fatores moleculares, atômicos interagem na alteração molecular da estrutura espiritual das entidades ali manifestadas.
Um outro fato a ressaltar na Estrela Candente é o uso de indumentárias, as quais visam proteger, ionizar, isolar os médiuns da ação das energias ali veiculante. A Clarividente informou que é praticamente impossível um médium Apara de indumentária incorporar um sofredor. Nas jornadas na estrela, há um funcionamento coletivo, a presença de várias entidades em diversos graus de forças e hierarquia que facilitam este intercambio. Sua ação é mais abrangente, atingindo todo planeta, podendo evitar situações catastróficas. Outro fato mencionado pela Clarividente é o poder que a Estrela tem de recuperar espíritos que não podem incorporar em nenhum médium. São levados a Estrela para sua recuperação legiões de espíritos que atuam numa coletividade e principalmente nos dirigentes políticos.
Finalizando, ainda entendemos muito pouco dessa dinâmica espiritual, dessa movimentação energética, do que realmente estamos e podem os fazer nos templos do Amanhecer. Mais uma vez chamamos atenção para a Cabala, leito das forças decrescentes e da necessidade da hierarquia e força decrescente em nossos templos.
Gilmar - Adjunto Adelano



estrela_026.gifESPAÇOestrela_026.gif

Salve Deus!
Nossa ideia de mundo, do existir é baseado em nossas experiências humanas as quais, são moldadas segundo o meio social que vivemos e as tradições que nos foram passadas por nossos ancestrais.
Mas essa realidade palpável pode não ser a única que existe, o mundo dos micróbios só foi provado à poucos séculos. Embora existiam, não podia provar sua existência. A interação da comunicação humana é a chave, a alavanca que impulsiona a humanidade em busca dos processos evolutivos tecnológicos e culturais.
A troca dessas informações, a medida que vão se aprimorando, tem tornado cada vez menor a distancia entre os povos, provocando uma miscigenação de conhecimentos e costumes.
Mas falamos de um mundo físico estratificado com todas as suas formas sólidas e concretas, mas isto não quer dizer que não haja outras dimensões ou planos sutis, com formas de vidas que coexistem harmonicamente entre si.
Para uma compreensão maior e consequente divagação, tomemos como instrumento de comunicação e ligação entre os diversos planos o corpo humano. De sua forma mais conhecida o ser humano se comunica através de vários tipos de linguagem entre elas a mais comum é a fala (som) e também de sinais e a escrita. Esta última ,assim como a linguagem; varia segundo a região do planeta em que cada povo estabeleceu sua habitação e suas comunidades.
E o homem sempre buscando evoluir, buscou também ampliar o campo de sua comunicação e nisto , a eletrônica expandiu tornando nosso globo integrado através da comunicação. Um fato que acontece em qualquer lugar do planeta é instantaneamente conhecido nos quatro cantos da Terra.
O conhecimento humano permitiu modificar os elementos naturais e segundo sua conveniência e necessidade ampliou-se ainda mais seu universo. Mas mesmo assim, as dúvidas quanto ao existencialismo e pós existir perduram na mente do ser humano.
Tão antigo quanto o ser humano, o sentimento, ou atividade religiosa, tem levado o homem nesta busca incessante de suas origens. Não obstante a indagação e informação da biologia quanto nossos primeiros sinais de vida como Ácido Ribonucleico (DNA), formando as formas amebóides e chegando ao seu produto final, o corpo humano, essa máquina perfeita onde átomos dão origem a milhares de células que ordenadamente funcionam numa interatividade sem par. Continuando nesse pensamento somos unidades biológicas que não funcionam sem sua unidade motora que é o cérebro , um receptáculo complexo de neurônios que em suas sinapses transformam em ação algo intocável e abstrato que é o pensamento humano.
Na mesma linha de pensamento, o homem para interagir usa de seus cinco sentidos para perceber, entender, decodificar tudo ao seu redor. Portanto, o homem recebe do ambiente que vive as sensações ou informações que lhe dá a supremacia do planeta Terra. Mas mesmo assim, continuam ainda suas dúvidas quanto ao pós-existir e de certa forma esse conhecimento de sua finitude, o angustia ,comprometendo seu bem estar e dos seus.
A religião ou seu produto, a religiosidade, é a forma que o homem encontrou para suprir essa necessidade. Tão antigo quanto o ser humano, a mediunidade, também conhecido como dons vem dando ao homem a oportunidade de partilhar informações quanto a este mundo invisível ou dimensões que vamos descobrindo e aceitando em nosso dia a dia.
As formas usadas para esse partilhar ou interação de seres que habitam essas dimensões tem que primeiro passar pela aceitação dos seres humanos. Muito embora hajam seres nos mais variados graus evolutivos e alguns deles não se preocupam na cautela dessa comunicação o principio da energia e sua forma de ligação obedece a lei universal que rege força e energia , então chegamos a conclusão que tudo é energia.
A mediunidade então é uma forma de energia que é emitida pelos seres humanos através de seus canais energéticos ou chacras e plexos. Eles situam em vários locais no individuo e segundo a natureza ou missão do ser humano eles são ativados ou movimentados.
Quando falamos em missão temos que considerar que só é dado a cumprir uma missão a alguém que já existe ou pré-existe em outro local, isto pode ser um mundo ou dimensão e está situado extra terra. Para aqui chegar é necessário passar por uma modificação estrutural ou molecular. Portanto esta energia sob a forma de individualidade é racional, um ser ,uma individualidade com uma organização social definida com outras individualidades e estas podem ser sua família real ou espiritual. Este ser tem consciência que irá passar por uma transformação, irá ocupar outro corpo com uma estrutura orgânica e terá que “cumprir” com um planejamento que ele mesmo escolheu, mas que ao ser “inserido”, terá que agregar suas experiências acumuladas nas muitas outras vidas em mais uma trajetória escolhida por ele.
O mais difícil ou complicado é que terá que fazê-lo sem saber ou lembrar se de suas experiências dessas outras vidas e isso chamamos de reencarnar, ou seja, entrar, morar, várias vezes no corpo humano.
Para completar essa condição a condição de reencarnar processa de várias maneiras ou necessidades e entre elas estão nas seguintes causas:
Resgate de dívidas contraídas com um indivíduo ou com um grupo de pessoas e nessa situação essas dividas foram contraídas quando este ser ocupa um posto de comando ou liderança.
Reencarnar na condição de educar, orientar socialmente ou espiritualmente um povo, essa situação é redentorista e influi grandiosamente no processo evolutivo daquele espirito. Nessa situação ele é o missionário. Mas mesmo assim , as adversidades são muitas e há o risco desse espirito falhar em sua missão. Quando aqui esse espirito chega lhe é dado as condições mediúnicas necessárias para a execução de sua missão. Para isto ele deve se integrar as diversas formas da utilização de sua mediunidade ou dons.
Normalmente as famílias espirituais se juntam em correntes ou grupos mediúnicos no que lhes são facilitados os meios técnicos mediúnicos para essa ação.
Os jaguares tem uma trajetória longa neste planeta, estão há 32.000 anos numa proposta de evoluir os habitantes deste terceiro plano. São originários de um planeta chamado Capela, é um corpo celeste imenso que a Clarividente o chamou de “Planeta Monstro” pelo seu tamanho.
Para tentarmos clarear ou entender a trajetória de Neiva Chavez Zelaya, é necessário voltar no tempo e percorrer os corredores de antigos palácios e regiões místicas,e entre elas podemos começar com o Egito na figura de uma grande rainha filha de Ptolomeu. Depois a encontramos sobre um tripé na Grécia antiga profetizando sob a queima de folhas de eucalipto.
Também fora Natachan uma cigana e na cachoeira do Jaguar junto com outros grandes missionários como Pai João e Pai Zé Pedro se empenham na implantação de um novo tipo de mediunidade, a qual seria atualizada ,adaptada para a passagem do terceiro milênio : “O Doutrinador”.
Nascida em Propriá, Estado de Sergipe , criada por família católica, Neiva fica viúva muito jovem e aos trinta e três anos de idade, começa a ver e ouvir espíritos. Inicialmente classificada como louca, começa a ser assistida por Mãe Nenem , partem para uma localidade entre Alexânia e Brasília e formam a UESB, União Espiritualista Seta Branca. Nesta época através de sua clarividência é assistidas por individualidades que diziam pertencer a Capela. Mostram a Neiva outras dimensões. Em seus veículos interestelares percorrem vários planos, mostram a Terra vista do espaço e confirmam a missão de Neiva no auxilio a cura física e espiritual através de rituais específicos e então aos arredores de Planaltina criam todo um aparato arquitetônico, onde agrupado a rituais que contem preces , cânticos, mantras, indumentárias multicoloridas nasce o Vale do Amanhecer e sua doutrina.
Orientada por outro espirito veterano que vivera aos arredores do Peru e Bolivia nos anos de mil e quinhentos, fora Franciscano e sob a égide da bandeira rósea de Jesus, o cacique da lança Branca ao lado de Humahã, um monge que vivera no Mosteiro de Lhasa no Tibet, transformam as forças mediúnicas ou espirituais em força cabalística. Criam ambientes específicos para a transformação dessas forças e entre eles A Estrela Candente, um poderoso conjunto arquitetônico em forma de estrela.


A energia é algo ainda muito obscuro a luz de nossa ciência , estamos engatinhando no processo de utilizar todos os seus recursos. Os seres que nos auxiliam nessa doutrina dispõe de uma tecnologia muitíssimo superior a nossa. Utilizam recursos de desintegração da matéria e a reorganizam em vários outros planos segundo a sua compatibilidade energética. A elevação de espíritos sofredores é uma clássica demonstração desses recursos tecnológicos.
A centelha divina ou charme é a mais poderosa fonte de energia desse universo. É o que dá vida aos seres. É colocada no feto humano a partir do terceiro mês de gestação e sua interrupção se faz quando o espirito cumpre sua jornada cármica neste plano. Essa centelha não só alimenta , energiza o corpo, fazendo uma analogia até um pouco pobre, é como se fosse DNA humano. Ao encarnar nessa célula de energia, está contido todas as informações a nível da personalidade assumida por aquele espirito no sono cultural. A centelha extra etérica é livre , não se prende aos desejos humanos , quando o corpo recolhe se no sono terreno, ela se desprende voltando a sua origem para a verificação da programação estabelecida .
A jornada cármica ou carma é um compromisso assumido pelo espirito para ressarcimento de sua dividas . Uma vez assumido esse compromisso, não há como o espirito fugir de seu compromisso, pode se atenuar esse impacto através do trabalho mediúnico, pois os bônus adquiridos são usados na atenuação dessa cobrança. Como vimos acima , tudo é energia e concomitante com a utilização do ectoplasma , que é o combustível que proporciona a modificação da composição estrutural dos corpos de seres que necessitam de evolução,agindo diretamente na roupagem espiritual ou peri-espirito e também iluminado ou clareando a mente espiritual de sofredores , permitindo até a recuperação da visão desses seres.
O Sol não consegue iluminar determinados campos ou dimensões, suas partículas ou ions de força não atravessam determinadas barreira energéticas que envolve alguma dimensões, onde os seres que se encontram no baixo padrão vibratório relacionam-se entre si. Também é sabido que várias das condições da estrutura corpórea dos sofredores reagem a sua consciência , ou seja , da maneira que esse ser vê, enxerga sua condição. Na relação de tempo e espaço, que nos planos espirituais e até mesmo fora de nosso ambiente terreno não existe, o espirito vagueia , já agora segundo nossa cronologia, por vários séculos sem perceber de sua real condição. Novamente a energia ectoplasmática é o alimento para esses seres, e serve como moeda de troca entre eles.
Até agora falamos em energias e suas formas de manipulação, mas existe o principio Divino, a divindade . E ao entrarmos num principio doutrinário ou religioso a razão maior é venerar, cultuar, alcançar a divindade. E isso só é possível através de nossa divinização . Mas o que é divinizar-se?Como acontece esse processo?
Tecnologia superior não é sinônimo de divinização,... um povo pode ser culturalmente avançado sem no entanto, ser sábio. Sabedoria e cultura dois princípios que andam juntos porém, com definições completamente diferentes. Cultura é adquirida através dos canais clássicos de nossas escolas. Já a sabedoria é nato está arraigado ao espirito, por si só, consegue encontrar seu caminho e as soluções pertinentes ao existir.
No Vale das Sombras, cientistas se aglomeram em suas universidades na busca de soluções para driblar o principio normal da encarnação. São seres extremamente inteligentes, em seus laboratórios manipulam o genoma humano, encontrando uma forma de não utilizar a centelha divina para animar a estrutura biologia humana. No núcleo das células, através da engenharia genética implantam elementos modificadores de comportamento e assim, quando o espirito estiver encarnado, suas tendências são sempre voltadas para a formação de legiões de seguidores de suas ideias sombrias. A Doutrina do Amanhecer através de seus médiuns e suas formas de manipulação de forças cabalísticas atuam no sentido de mudar a sintonia mental desses espíritos. O trabalho de Trono Milenar é um desses aparatos. Médiuns com classificações e mediunidades especificas são intuitivamente direcionados a esse trabalho. Até o posicionamento do mesmo é diferente dos demais. Estão ao lado do ponto de força central da nave do templo, onde a figura de Pai Seta Branca emite seus raios para todo o recinto. Há castiçal, onde a chama das velas queimam o nêutron facilitando ainda mais o intercambio de forças. Nesse setor á manipulação ectoplasmática é de vital importância, quando o médium de incorporação permite ao espírito ali manifestado que fale, esse magnético animal é tratado, propiciando aquela entidade uma melhor visão das situações que ele se encontra. Não é um trabalho de persuasão, mas sim de esclarecimento, onde espíritos milenares, muitas vezes conhecedores da religião, do teor jurídico, de lideranças tem a oportunidade de rever sua trajetória. E a limpeza técnica realizada pelo doutrinador favorece essa transmutação de forças.
Tudo que falamos até agora é básica e intrinsicamente manipulação de forças, e a energia não é boa ou má, é simplesmente força que depende de seu direcionamento ou manipulação, a forma que se dispõe essa força é que determina sua condição. Nossa Doutrina pode ser considerada um grande laboratório, ou melhor ainda uma imensa usina de forças ,onde energias poderosas agregadas as pessoas, indumentárias, cores e recintos arquitetônicos são condensadas, manipuladas dentro de um principio técnico-doutrinário que não admite senões e falhas…
E mais uma vez citamos a importância da Hierarquia e força decrescente nessa ação.
Gilmar - Adjunto Adelano






estrela_026.gifTEMPOestrela_026.gif


ampulheta02.gif (12784 bytes)
estrela_001.gifO SENHOR DO TEMPOestrela_001.gif

Salve Deus!

As muitas lições da vida espiritual muitas vezes acabam mostrando as verdades escondidas sob o manto da prudência.
Eu estive hoje num mundo ligado ao tempo, uma divindade que manipula as forças desta natureza temporal, onde tudo é regido pela sua vontade. Parece até coisa de outro mundo, mas na verdade é de outro mundo, porque para ele nada existe ou tudo pode existir, entre fantasia e realidade é um caso especial.
Eu fui deslocado do meu físico no tempo e no espaço, pela primeira vez eu entrei neste campo da regência temporal, porque não existe passado, presente e futuro. Existe uma chave de realização por onde chegamos a um objetivo concreto dentro da força da nossa participação.
Vendo esta divindade, ele não tem idade, ele pode ser novo ou velho, porque com a sua notória manipulação ele não diferencia os valores da hora, do dia e do sistema que rege. Eu naquele momento vivi a vida diferente, porque ele me mostrou as várias faces desta passagem, indo a mundos distantes em pensamento, reorganizando a vida espiritual, modificando o comportamento do espaço e trabalhando na transformação das cenas. Tudo parecia coisa de cinema. Mas não... ,eu estava vendo a mais pura realidade desta divindade que detém o poder da modificação estrutural do nosso tempo.
Pela sua obra, ele detém o que não pode ser detido, ele trabalha livremente na sua liberdade orquestrando os reencontros e desfazendo os males, mas nem tudo ele também interfere, porque seu mundo está regido ao destino planetário das massas em constante objetividade.
Voltamos a um passado triste... há uma reencarnação difícil, por onde os homens eram cavaleiros; se diziam donos da verdade e matavam em nome de Deus. Ao chegarmos neste mundo em tempestade... sim, pois quando se altera o padrão perpendicular, se altera a onda magnética, então é preciso esperar que tudo clareie e se acomode no tempo para depois reaver a identidade do mundo que está vivendo naquela passagem. Como era um tempo sangrento, um dia de conflito entre as forças cristãs e as pagãs, o Senhor do Tempo parou naquele instante esta luta retirando daquele local os que mais estavam absorvendo este enfrentamento. Foi como um choque de vários mil volts, O espírito naquele instante travou e ficou imobilizado. Ele não tinha reação alguma, e assim foi sendo conduzido para fora daquele mundo. Como ele é dono deste tempo, poderia levar aquele ser para qualquer lugar fora da faixa de divergências e aplicar o raciocínio da transformação. Com um piscar fomos lançados para outra faixa, onde não havia mais conflitos armados, e lá foi transferido este soldado, ele ficou imobilizado até que sua cultura entendesse o que se passava. Ao afrouxar as rédeas do destino ele acordou do seu transe e logo de cara se viu num mundo diferente, distante; mas era na Terra, só que em outra situação. Não havia nada que o levasse a entender, a situação era outra, bem diferente a que estava acostumado a vivenciar.

Eu via esta divindade, mas em verdade eu não sei como ele é, não há indícios de sua fisionomia, ele simplesmente existe. Com grande poder de ser o que não existe, ele é sutil uma forma de nos mostrar a sua face. O vemos no relógio, no calendário, na vida que vai avançando idade afora. Eis ele sempre nos acompanhando de perto, mas nunca prestamos atenção na sua presença.
Eu fiquei vislumbrado com esta passagem, porque também sofri esta diferenciação pela minha vivência fora da matéria, por onde acostumamos a perpetuar o espírito e por onde conhecemos um pouco desta forma de ir e vir, mas nunca tinha reparado neste tempo e espaço regidos pela força de uma divindade desconhecida. Para mim foi uma surpresa muito grande; foi um momento incrível, viver o tempo atualizado constantemente pela força de um ser especial.
Uma outra cena que não esqueci, foi quando dois soldados estavam prestes a se matar, o tempo parou naquele instante e o soldado que iria morrer pela espada, seu espírito foi retirado antes dele ser abatido. Não sei bem como foi feito isso, sei que o tempo parou justamente no instante e aquele espírito foi puxado para fora do seu físico. Ele ficou em choque e assim foi levado dali para outro lugar. Isso em questão de milésimos de segundos.
Viver as memórias da Terra num piscar de olhos, viver as transformações cíclicas refazendo o trajeto da humanidade, ou conhecer as conseqüências do futuro que nos aguarda, tudo isso pela chave do tempo, do nosso tempo.
Eu até agora ainda acho que é coisa de cinema, doidice minha, mas a verdade é que eu vivi este momento e assim pude conhecer o soldado que foi salvo espiritualmente nesta guerra, ele está aí como prova de sua existência. Espartano!
Salve Deus!
Se nós somos parte deste tempo, período em que trabalhamos no templo para perscrutar as almas falecidas originalmente trazendo elas de mundos afins, eras distantes, então somos donos deste tempo. Nós somos parte desta divindade. Somos a nossa maior perfeição entre a Terra e o Céu. Como no angical em que penetramos nas esferas das massas e com habilidade convencemos a nós mesmos da dura realidade vivida.
O Senhor tem seu templo no meu intimo... nenhum poder é demasiado ao poder dinâmico do meu espírito. O amor e chama branca da vida residem em mim”.
Eis a chave, eis o tempo, eis a sua resposta.
Salve Deus!
Adjunto Apurê - (20.08.2012)


Nenhum comentário:

Postar um comentário