domingo, 19 de fevereiro de 2017

A CIÊNCIA DO ESPÍRITO/DE SUAS FACULDADES






DE SUAS FACULDADES


DESDOBRAMENTO
"Antes que se rompa o fio de prata e se despedace o copo de ouro, e se quebre o cântaro junto à fonte, e se desfaça a roda junto ao poço... e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu ".
Eclesiastes, 12: 6 e 7
Nosso corpo físico é animado por outros corpos que são ligados a ele por fios fluídicos, é o mais denso de todos e é obviamente o “veículo” de que nos utilizamos para interagir no mundo da matéria.
Quando nosso corpo carnal entra em “estado de relaxamento”, adormecemos e desdobramos.
Existe profunda diferença entre desdobramento e transporte, embora os dois termos sejam usados de forma a definir uma saída do espírito do corpo físico.
Quando um espírito sai do corpo físico, que permanece dormindo, com todos os seus reflexos vitais dirigidos por sua alma, ele solta-se e vai a outros lugares, a outros planos, agindo, ouvindo e muitas vezes falando. Trata-se de um caso de transporte, normalmente feito por todos os seres humanos.
O plano físico é uma cópia do plano astral, o que faz com que fiquemos “presos” a um patamar evolutivo que só nos permite conhecer no plano da matéria, digamos assim, o “lado” inferior e obscuro da “moeda”.
Em nosso modesto entendimento cremos que o ser ao se desdobrar, não sai planando por aí, como se fosse uma folha de papel levada ao sabor do vento, mas sim andando como o faz naturalmente no mundo da matéria.
Imagem relacionadaNão atravessa portas, nem tão pouco paredes, pois seu corpo astral não pertencendo ao plano físico, não poderia de fato interagir nele, mas sim na dimensão astral.
Quando o médium apenas projeta uma parte de si mesmo, indo praticar alguma ação noutro lugar, podendo até mesmo se materializar - o fenômeno da ubiquidade, onde uma pessoa pode ser vista simultaneamente em dois lugares diferentes - temos o chamado desdobramento, que ocorre dentro da lei física, em planos da Terra, porém operando com a visão espiritual, que difere da visão física, porque, enquanto esta depende das condições dos olhos e da faixa vibratório da luz, a visão espiritual é consequência do todo fisiológico e do alcance de cada espírito, de acordo com sua capacidade vibratório, na captação do fluido cósmico universal.
Por causa da dificuldade de absorver totalmente a experiência da consciência livre, que pode ocorrer naturalmente, sem ser induzida pela própria vontade ou por alguém que a oriente, ela é confundida com os sonhos.
Na ciência da Parapsicologia, o termo Projeciologia designa o desdobramento espírita, e vem sendo profundamente estudado, e experiências são minuciosamente divulgadas, dando sentido científico àqueles fenômenos tão conhecidos pelos espíritas.
O perispírito é denominado, também, corpo espiritual ou psicossomo; o corpo mental designa o invólucro subtil da mente; e o corpo vital ou duplo etéreo é a capa energética que reveste o corpo físico. O corpo mental preside à formação do corpo espiritual que, por sua vez, determina a formação do corpo físico e a do corpo vital.
Até a ligação descrita é semelhante, para os cordões que interligam os corpos:
o cordão de prata, cordão fluídico ou apêndice luminoso - que liga o corpo físico ao psicossomo, 
e o cordão de ouro - que liga o psicossomo ao corpo mental.
Este corpo mental pode sofrer deformações decorrentes da forma em que é idealizado, e, assim, pode ter uma forma humanóide ou ser como um volume de silicone, sem perder suas características individuais.
Desaparecem as limitações de tempo e espaço, e a liberdade de se movimentar é completa, com a consciência plenamente desperta. Em  momentos críticos  da nossa  existência no plano físico,  tais como acidentes graves, ferimentos profundos,  anestesias para cirurgias e outras situações que nos submetam a  pesada carga  emocional,  podem  ocorrer casos de desdobramentos,  que  auxiliam  nosso  espírito a  equilibrar-se.
Para a maioria das pessoas que experimentam essa "viagem astral", ela é realmente uma notável sensação de bem-estar e uma excepcional fonte de novos conhecimentos sobre a vida e a vida após o desencarne;  numa situação em que só existe a verdade e a realidade própria de cada um, sem falsidades ou fingimentos.
Livres do tempo/espaço, podemos ir onde nossa mente quiser, a qualquer ponto do universo, no passado, no presente e no futuro, permitindo-nos encontrar com seres encarnados e desencarnados, e só não teremos condições de pegar ou tocar objetos físicos porque nossas mãos passam através deles. Mas apreendemos esses conhecimentos, e a vida física se transforma pela observação dessa nova dimensão em que nosso espírito descortina, conscientemente, a verdadeira realidade.
É importante frisar que em desdobramento seguimos para locais com os quais nos identificamos psiquicamente, isto é, ambientes que estão de acordo com nossa índole e com nossa vibração.
Por isso há necessidade de buscarmos com urgência nossa retificação moral, que pode ser através da mudança de hábitos, dos estudos, da prática da caridade, do amor e do perdão.
Estamos ligados exatamente ao que somos e pensamos aqui e “lá”.
AS PROJEÇÕES FLUÍDICAS

Meu filho Jaguar,Salve Deus!
O desenvolvimento opera-se em três fases segundo a desligação e divisão: O terceiro desaparece e está sempre a vaguear, sua sintonia é imprevisto, obedecendo sempre os instintos dos outros plexos buscando sempre seu mundo transcendental, o homem conhece os mundos pela força dos seus contatos em reencontros transcendentais do seu micro cósmico ou micro-plexo! A possibilidade de conhecimento místico da justa aspiração direito legítimo, necessidade, reencontro, penetra e desabrocha os anseios de sua alma. 
O homem que não tem forças de construir um roteiro filosófico, isto é, mesmo uma teoria, “digo assim” algo que busque além de seus rudes pensamentos ao alcance dos olhos físicos para descobrir os segredos ocultos da própria almaque é o micro-plexo, descobrir os segredos ocultos existenciais, o desenvolver, conhecer os enigmas das lendas na certeza de que tudo vive em Deus, existe, relaciona, e tudo se relaciona através dos grandes recursos da alma. A consciência é o peso indefinido do inconsciente ao consciente.
Quando sentir o peso da consciência, arraigue-se ao inconsciente, algo que pese a sua consciência e a desperte. O homem que passa despercebido dos anseios de sua alma, não se envolve e não se presa, é como diz o grande Victor Hugo: É expectador não é homem, passa pela vida e não viveu. Do seu mundo inconsciente dependerá do verdadeiro conhecimento religioso nesta realidade “psíquica”. Anda os teus mundos a reparar... Imagine a reparação do seu próprio ego; sozinho... E sem a caridade do trabalho mediúnico. Eu e a divina essência que avança através das heranças transcendentais, de nada valeríamos se não fosse o sentido do amor místico religioso e em seu princípio de moral único, sem falsos preconceitos de casta ou falsa acumulação do “pecado original” carne, carne; espírito, espírito. Tudo que digo por amor, insisto, pelo que aprendo do meu Mestre Umahã. 
O homem vive seus instintos do Céu e da Terra. A matéria organizada ainda que represente um simples átomo, contém sua grande soma de energia de extraordinário poder e deverá manter “cada vez mais seu equilíbrio com as demais composições para entrar no todo”, porque fora do campo espiritual que é imenso, inesgotável, jamais o homem poderá encontrar a solução desejada, que é a definição, a lógica do espírito da verdade, enquanto o ser humano não adquirir pleno conhecimento de si mesmo, de sua força nada poderá exercer influência decisiva. Quanto mais seguro, mais nítido os fenômenos. Por exemplo: Sabemos que tudo na vida tem a sua razão de ser!
Vou contar um fenômeno que vivi em minhas andanças, pela madrugada ao lado de Amanto:
Confiada no que me disse Umahã, “deverá encontrar sua tarefa como um santo sacerdócio, a tua responsabilidade implica séculos, é grande a fração que te foi confiada, conhecerás a verdade e ela te libertará. A luz da verdade irá resplandecer em ti, empenhada em missão. E falarás o que te convier a sua doutrina”. Enquanto caminhava levava estes pensamentos, quando se descobriu o Canal Vermelho, meu país etérico,  nome denominado talvez somente para mim, e pela minha dificuldade, e pela primeira vez tive uma enorme surpresa, uma grande praça que compunha três igrejas e um enorme edifício com um simples letreiro: UMATÃ.
Viam-se pessoas de diversos níveis, senti um enorme impacto diante desta casa... Senti medo que aqueles conhecimentos inesperados viessem deformar esta, de minha Doutrina. Lembrei-me “e somente falarás o que te convier” decidi-me então a percorrer e saber de tudo que os meus olhos viam e ouviam: Umbanda!..Candomblé!...Meu Deus!... Porém , Amanto parecia que não me ouvia e começou a narrar por tudo que estava ali... Umatã, Candomblé, Umbanda, Igreja Católica, Presbiteriana....
Neiva, acorde! O teu mestre Umahã me ensinou o comportamento, me colocou na ciência dos espíritos, não segurou nas pernas conhecendo a ciência no Céu e na Terra. E agora descortina a vida fora da matéria! Sim, porque a matéria já conheço e sua filosofia, Neiva! No mundo espiritual a vida é mais sutil, o homem chega com as suas convicções e se desespera quando se sentem ludibriados por suas religiões. “Suas mentes começam a projetar se limitando ao pobre e incapaz espírito”, porém estes quando vem parar aqui nesta praça é porque tiveram a benção de seus mentores, são bons e logo entendem que aqui há uma unificação na doutrina e na religião. Os espíritos que não tem seus padrinhos ou mentores ficam a ermo e suas mentes não alcançam, ou não traz até aqui. O homem tem sua bagagem transcendental, que nós a chamamos de herança; e carrega consigo como também é projetado nas suas cobranças, lendo o que esta escrito entenderás, porque o homem precisa de sua crença para evitar as prováveis projeções. Sim, notando-se que existe três maneiras de projeção fluídica e denominada dos espíritos. Projeção mental fluídica, emitida ou atraída por uma religião, à projeção mental de homem para homem. Sem se esquecer que cada homem tem o seu ponto de partida porque as forças do plexo reunidas se resumem se sintetiza, se define, se explica toda a verdade da vida do homem tem seu ponto de partida.
A apuração dos conhecimentos relacionados com a vida reduz os erros que também já é rotina. Finalmente o que é a vida se não a ação permanente da força sobre a matéria na lei rígida imutável, tudo se manifesta na substanciação dos três reinos da natureza humana, principalmente quando sabemos que pelo pensamento aprimora, fortalece pelo poder consciente da vontade, os pensamentos fortes refletidos são claros e definidos.
Tia Neiva.
Vale do Amanhecer, 26-04-80.
Projeção Astral


PROJEÇÃO
Projeção da Consciência é a capacidade que todo ser humano tem de projetar a sua consciência para fora do corpo físico. Essa experiência tem recebido diversas nomenclaturas, dependendo da doutrina ou corrente de pensamento que a mencione: Viagem Astral (Esoterismo), Projeção Astral (Teosofia), Experiência Fora do Corpo (Parapsicologia), Desdobramento, Desprendimento Espiritual ou Emancipação da Alma (Espiritismo), Viagem da Alma (Eckancar), Projeção do Corpo Psíquico ou Emocional (Rosacruz), Projeção da Consciência (Projeciologia), etc.
É sabido, desde a mais remota antiguidade, que a "Experiência Fora do corpo " é um fato, envolvendo técnicas nítidas de cunho científico. Porém, devido ao desconhecimento sobre o assunto, grupos desinformados geraram fantasias sobre os "perigos" que envolveriam o processo, aliás inexistentes.
Desse desconhecimento advieram reservas e ideias errôneas, ficando o assunto restrito à uma minoria com pseudo controle e domínio de suas técnicas e conseqüências. Hoje, a "Projeciologia" insere-se na Parapsicologia como ciência adstrita, digna do maior crédito, contando com pesquisadores de vulto como Wagner Borges, Waldo Vieira, Sylvan Muldoon, Hereward Carington, Robert A. Monroe, entre tantos outros nacionais e internacionais, em vasta bibliografia.
PSICOSSOMA
Psicossoma pode ser definido como contraparte extrafísica do corpo físico, ao qual se assemelha e com o qual coincide minuciosamente, parte por parte. É uma réplica exata do corpo físico em toda a sua estrutura. O psicossoma é constituído de matéria astral, que vibra numa frequência mais sutil e é infinitamente mais refinada do que a matéria física que constitui o corpo físico. É normalmente invisível e intangível ao olhar e toque físicos. O psicossoma coincide com o corpo físico durante as horas em que a consciência está totalmente desperta. Mas, no sono, os laços que mantêm os veículos de manifestação unidos se afrouxam e o psicossoma se destaca do corpo físico. Essa separação é que constitui o fenômeno da projeção astral.
Normalmente, o psicossoma, quando projetado além do físico, mantém a forma daquele corpo, de modo que o projetor é facilmente reconhecido por aqueles que o conhecem fisicamente. Ele também é denominado de corpo astral, perispírito, duplo astral, corpo fluídico, etc.
O psicossoma é ligado ao corpo físico por um apêndice energético conhecido como cordão de prata.
CORDÃO DE PRATA
psicossoma é ligado ao corpo físico por um apêndice energético conhecido como cordão de prata, através do qual é transmitida a energia vital para o corpo físico, abandonado durante a projeção. Em contrapartida, o cordão de prata também conduz energia do corpo físico para o psicossoma, criando um circuito energético de ida-e-volta. Esse interfluxo energético mantém os dois veículos de manifestação em relação direta, independentemente da distância em que o psicossoma estiver projetado. Enquanto os dois corpos estão próximos, o cordão é como um cabo grosso. À medida que o psicossoma se afasta das imediações do corpo físico, o cordão torna-se cada vez mais fino e sutil.
cordão de prata também tem recebido diversas denominações: cordão astral, cordão fluídico, fio de prata, teia de prata, cordão luminoso, cordão vital,cordão energético, etc.
Um dos medos básicos do iniciante é o de que o cordão energético venha a se partir durante a projeção, acarretando, assim, a morte do corpo físico. Tal medo é infundado, pois isso não acontece. Por mais longe que o projetor estiver, o cordão de prata sempre o trará de volta para dentro do corpo físico. Também é impossível o projetor se perder fora do corpo ou não querer voltar ao físico. Para voltar, basta pensar firmemente no seu corpo físico e o retorno se dará automaticamente. É nesse instante que muitos projetores têm a sensação de queda e acordam assustados no corpo físico.
cordão de prata é um feixe de energias, um emaranhado de filamentos energéticos interligados. Quando ocorre a projeção, esses filamentos energéticos, que estavam embutidos em toda a extensão do corpo físico, projetam-se simultaneamente de todas as partes dele e se reúnem, formando o cordão de prata. Os principais filamentos energéticos são aqueles que partem da área da cabeça.
COMO ACONTECE
Projeção pode ser involuntária ou voluntária.
Na projeção involuntária, a pessoa sai do corpo sem querer e não entende como isso aconteceu. Geralmente, a pessoa se deita e adormece normalmente. Quando desperta, descobre que está flutuando fora do corpo físico na proximidade deste ou à distância, em locais conhecidos ou desconhecidos. Em alguns casos, a projeção ocorre antes mesmo da pessoa adormecer. Na maioria das projeções involuntárias, a pessoa projetada observa seu corpo físico deitado na cama e fica assustada, imaginando que está desencarnada. Alguns projetores ficam tão desesperados que mergulham no corpo físico violentamente na ânsia de escapar daquela situação estranha. Outros pensam que estão vivendo um pesadelo e procuram, desesperadamente, acordar seu corpo físico. Entretanto, outras pessoas que se projetam involuntariamente se sentem tão bem nessa situação que nem se questionam sobre que fato é aquele, como ocorreu e porquê. A sensação de liberdade e flutuação é tão boa que nada mais importa para elas. Ao despertar no corpo físico, algumas imaginam que aquela vivência era um sonho bom. Muitos sonhos de vôo e de queda estão relacionados diretamente com a movimentação do psicossoma durante a projeção.
Existem as projeções voluntárias, nas quais a pessoa tenta sair do corpo pela vontade e consegue. Nesse caso, o projetor comanda o desenvolvimento da experiência e está totalmente consciente fora do corpo; pode observar seu corpo físico com tranquilidade; viajar à vontade para lugares diferentes no plano físico ou extrafísico; encontrar com outros projetores ou com entidades desencarnadas. Pode voar e atravessar objetos físicos, entrando no corpo físico à hora que desejar.
Na projeção voluntária, a pessoa tem pleno conhecimento do que ocorre e procura desenvolver o processo à sua vontade. Na projeção involuntária, a pessoa não tem conhecimento do que ocorre e, por isso, tem medo da experiência. Esse medo está na razão direta da falta de conhecimento das pessoas sobre o fato em questão.
SINTOMAS
Ocasionalmente, o projetor pode sentir uma paralisia dos seus veículos de manifestação, principalmente dentro da faixa de atividade do cordão de prata. Essa paralisia é chamada de catalepsia projetiva ou astral. Não deve ser confundida com a catalepsia patológica, que é uma doença rara. Catalepsia projetiva pode ocorrer tanto antes quanto após a projeção.
Geralmente, ela acontece da seguinte maneira: a pessoa desperta durante a noite e descobre que não pode se mover. Parece que uma força invisível lhe tolhe os movimentos. Desesperada, ela tenta gritar, mas não consegue. Tenta abrir os olhos, mas também não obtém resultado.
Alguns criam fantasias subconscientes imaginando que um espírito lhe dominou e tolheu seus movimentos. Essa catalepsia é benigna e pode produzir a projeção se a pessoa ficar calma e pensar em flutuar acima do corpo físico. Ela não apresenta nenhum risco, pelo contrário, é totalmente inofensiva. Portanto, se você se encontrar nessa situação em uma noite qualquer, não tente se mover. Fique calmo e pense firmemente em sair do corpo e flutuar acima dele.
Não tenha medo nem ansiedade e a projeção se realizará. Caso não pretenda se arriscar e deseje recuperar o controle de seu corpo físico, basta tentar com muita calma mover um dedo da mão ou uma pálpebra, que imediatamente, readquirirá o movimento. Além da catalepsia projetiva, podem ocorrer pequenas repercussões físicas no início da projeção, principalmente nos membros. Muitas pessoas, quando estão começando a adormecer, têm a sensação de estar "escorregando" ou caindo por um buraco e despertam sobressaltadas. Isso acontece devido a uma pequena movimentação do psicossoma no interior do corpo físico.
ESTADO VIBRACIONAL
São vibrações intensas que percorrem o psicossoma e o corpo físico antes da projeção. Algumas vezes, essas vibrações se intensificam e formam anéis energéticos que envolvem os dois corpos. Ocasionalmente, o estado vibracional pode produzir uma espécie de zumbido ou ruído estridente que incomoda o projetor. Na verdade, essas vibrações são causadas pela aceleração das partículas energéticas do psicossoma, criando assim um circuito fechado de energias. Essas energias são totalmente inofensivas e têm como finalidade a separação dos dois corpos.
TIPOS DE PROJEÇÃO
PROJEÇÃO CONSCIENTE - É aquela na qual o projetor sai do corpo e mantém a sua consciência lúcida durante todo o transcurso da experiência extra-corpórea.
PROJEÇÃO SEMICONSCIENTE - É aquela na qual a lucidez da consciência é irregular e o projetor fica sonhando fora do corpo, totalmente iludido pelas ideias oníricas.
PROJEÇÃO INCONSCIENTE - É aquela na qual o projetor sai do corpo totalmente inconsciente. É um sonâmbulo extrafísico. Infelizmente, a maioria dos encarnados está nessa situação. Em toda a projeção, os amparadores estão presentes assistindo e orientando o projetor, mesmo que ele não os perceba. Na maioria das vezes, eles ficam invisíveis e intangíveis ao projetor. A projeção em que o amparador ajuda o projetor a sair do corpo é denominada de Projeção Assistida.
PROJEÇÃO E SONHO - Muitas pessoas confundem projeção com sonho. Outras confundem sonho com projeção. As diferenças entre sonho e projeção são bem óbvias:
* No sonho, a consciência não tem domínio sobre aquilo que está vivenciando. É totalmente dominada pelo onirismo.
* Na projeção, a consciência tem pleno domínio sobre si mesma.
* No sonho, não há coerência.
* Na projeção, a consciência mantém o seu padrão normal de coerência, ou até mais ampliado.
* No sonho, a capacidade mental é reduzida.
Na projeção, a capacidade mental é ampliada.
RECONHECENDO E RESPONDENDO AO ESTADO VIBRATÓRIO:
Sinais iniciais associados à uma experiência extra-corpórea:
* Zumbidos, sussurros ou bramidos;
* Sensações incomuns de formigamento ou energéticas;
* Vozes, risos ou ouvir seu nome sendo gritado;
* Opressão ou abatimento;
* Torpor ou paralisia em qualquer parte do corpo;
* Ausência de peso ou leveza crescente;
* Qualquer vibração interna fora do normal;
* Sensação de energia semelhante à eletricidade;
* Ruído de passos ou outros sons delatando a presença de uma pessoa;
* Balanço, rotação ou movimento interno de qualquer tipo;
* Braços ou pernas que se levantam enquanto você dorme;
* Ondas de energia percorrendo o seu corpo;
* Qualquer barulho fora do normal: vento, motor, música, sinos ou coisas assim;
ATITUDE:
* Permaneça calmo. Vibrações, sons, torpor e catalepsia são experiências normais;
* Permita e estimule a difusão das vibrações por todo o seu corpo. Lembre-se de não se mexer nem pensar no seu corpo físico; qualquer movimento físico suspenderá o processo vibratório;
* Permitindo a expansão das vibrações, visualize-se afastando-se do seu corpo físico em direção a outra parte de sua residência. Você pode intensificar esta visualização guiando-se com um pensamento repetido: "Agora vou até a porta (ou qualquer outro local longe do seu corpo)";
* Após ter sido obtida a completa separação, as vibrações diminuirão imediatamente. Nesse momento é importante centrar e manter toda atenção longe do corpo físico;
BENEFÍCIOS DA PROJEÇÃO
* O projetor, fora do corpo, observa eventos físicos e extrafísicos, independentemente do concurso dos seus sentidos físicos.
* Nas horas em que o seu corpo físico está adormecido, o projetor observa, trabalha, participa e aprende fora do corpo.
* O projetor constata, através da experiência pessoal, a realidade do mundo espiritual.
* Pode encontrar com espíritos desencarnados, comprovando assim, para si mesmo, "in loco", a sobrevivência da consciência além da morte.
* Pode substituir a crença pelo conhecimento direto, através da experiência pessoal.
* Pode ter a retrocognição extrafísica, isto é, lembrando de suas vidas anteriores e comprovando, realmente, por si mesmo, a existência da reencarnação.
* Pode prestar assistência extrafísica através de exteriorização de energias fora do corpo, para doentes desencarnados e encarnados.
* Pode fazer a desobsessão extrafísica.
* Pode encontrar com pessoas amadas fora do corpo.
* Pode adquirir conhecimentos, diretamente, com amparadores fora do corpo.
VIAGEM ASTRAL
Você está deitado, profundamente relaxado. A respiração se faz de forma lenta, pausada e tranquila. Tudo está em profunda paz. Lentamente, uma sensação de entorpecimento vai tomando conta do seu corpo, e uma sensação de eletricidade se faz sentir. Um zumbido estranho começa em seus ouvidos. Uma sensação de leveza toma conta de todo o seu corpo e, de repente, você percebe que está no alto olhando para seu corpo adormecido.
Voce está fazendo uma viagem astral!
viagem astral (projeção astral ou projeção da consciência) consiste na exteriorização da consciência para fora do corpo físico ou definindo de outra forma, sair do corpo físico utilizando com veículo da consciência, o corpo astral (perispírito ou psicossoma).
Durante a noite, todos nós passamos, conscientemente ou não, por esta experiência. Dormir é necessário não somente para restaurar a vitalidade física como também para restaurar a vitalidade do corpo astral. O sono representa a desunião dos corpos astral e físico com a finalidade de "liberar" o duplo ou corpo astral, de modo que ele possa coletar energia e vitalidade de fontes astrais. Todos nós, quando dormimos, deixamos os nossos casulos físicos, e saímos em nossos corpos astrais . Os sinais e sensações desta saída do corpo você talvez já conheça. Uma sensação de entorpecimento, sensação de vibrações pelo corpo, ruídos estranhos que você escuta na hora de dormir, sensação de flutuar ou de aumento corporal. Lembra daquela sensação de queda que te acordou de repente, como se estivesse escorregando na cama? Quem ainda não teve o sonho vívido de voar? Quem de nós alguma vez já não sonhou que via um amigo distante, e logo depois recebia notícias suas, um telefonema ou uma carta do mesmo, que "coincidentemente" se lembrara de nós naquela mesma ocasião?
Será que você mesmo não se lembra daquela experiência aterradora em que se sentiu paralisado e pensou que havia morrido?
Estes são apenas uns poucos exemplos de fenômenos que estão ligados à Viagem Astral. Trata-se de um fenômeno absolutamente natural, que faz parte das capacidades inerentes a todo ser humano. Se você quiser também pode aprender a fazer viagens astrais conscientes.
projeção astral recebeu, ao longo da história, muitos nomes. Desdobramento, viagem da alma, viagem espiritual, ascensão espiritual, experiência fora do corpo (EFC ou EFDC), experiência extracorporal (EEC), experiência de saída do corpo (ESC), OBE ou OOBE (do inglês Out of Body Experience), viagem extracorpórea, voo xamânico entre muitos outros.
A viagem astral é conhecida desde o início da nossa história. Ela faz parte da mitologia de muitas sociedades primitivas e relatos da mesma podem ser encontrados em todas as formações sociais. Provavelmente devido à perseguição religiosa, manteve-se oculta durante a Idade Média, sendo estudada e pesquisada em sociedades secretas, quadro que se manteve até o século XIX. Foi só em 1905 que, com a divulgação das projeções conscientes de Vincent Newton Turvey, na Inglaterra, pôde a viagem astral vir à público e se tornar matéria de estudos por pesquisadores do mundo inteiro. Mesmo assim ainda permanece muita ilusão à respeito do tema. Há quem pense que a capacidade de sair conscientemente do corpo seja uma capacidade restrita a seres altamente espiritualizados. Em verdade ela é uma capacidade anímica e todo conceito que a restringe a uns poucos seres, deve ser banido.
Felizmente, nos dias atuais, o estudo da projeção astral não mais se restringe à nenhuma religião ou crença. Em qualquer boa livraria encontramos centenas de títulos dedicados ao tema, e a sua discussão pública tem permitido que um número cada vez maior de pessoas desenvolvam suas capacidades anímicas para realizá-la.
Por tudo isso fica aqui o convite. Relaxe seu corpo, respire profundamente por alguns minutos. Repita mentalmente para si mesmo que vai flutuar fora do corpo. Concentre-se em volitar para um lugar desejado. A sensação de sair do corpo e voar, é uma experiência indescritível, e só quem a experimentou sabe quão diferente é de um sonho comum.
ALGUNS PROCESSOS PSICOLÓGICOS QUE REALMENTE AJUDAM A PROJEÇÃO AOS PRINCIPIANTES:
1. Querer ardentemente projetar-se.
2. Afastar em definitivo o medo de sair fora do físico.
3. Meditar intensamente sobre a projeção.
4. Manter consciência perfeita da existência de si mesmo, do próprio eu e do corpo físico.
5. Conhecer tudo o que já se sabe sobre o corpo espiritual.
6. Visualizar o percurso físico que a consciência no psicossoma fará, ao se ver fora do corpo denso.
7. Criar o hábito de pensar sobre a projeção no período antes de ir dormir
8. Ler sobre projeção antes de ir dormir.
9. Desejar sonhar com uma projeção.
10. Saturar a mente com a ideia da projeção consciente.
Textos pesquisados em Wagner Borges
ENERGIA CÓSMICA OU IMANENTE
É o principio vital que interpenetra e nutre a todas as coisas do Universo Interdimensional. É aparentemente onipresente e impessoal, permeando praticamente todos os planos de manifestação.
Podemos, então, dizer que existe uma energia densa (etérica), astral (etérea) e mental.
Einstein, na verdade, parece que partiu desse princípio quando demonstrou a substancial identidade entre a energia e a matéria, e a possibilidade de transformar uma em outra: a matéria é energia em estado de condensação; a energia é matéria em estado radiante.
A nomenclatura sobre a energia é bastante diversificada, variando de filosofia para filosofia.
EXEMPLO:
Luz Astral (Cabala),
Prana (Yoga),
Mana (Kahunas),
Força Ódica (Barão Von Reichenbach),
Energia Orgônica (Wilhelm Reich),
Telesma (Hermes Trismegisto).
A palavra Energia é derivada do grego “Energes” (ativo) que, por sua vez, deriva de “Ergon” (obra). Logo, etimologicamente significa “Atividade”; “Movimento”.
A palavra Prana, como a energia é mais conhecida na Índia, pátria original do Yoga,
é derivada do sânscrito “Pra” e de “An” (respirar, viver).
Logo, etimologicamente significa “Sopro Vital”.
No Japão, a energia é conhecida como “Ki”.
Na China, é conhecida como “Chi”.
As energias que os seres vivos absorvem e metabolizam são oriundas de fontes variadas: o sol, o espaço infinito, o próprio planeta...
Os ocultistas orientais dividiram essas energias em três grupos distintos:
1. Fohat (eletricidade): energia conversível em calor, luz, som, movimento, etc;
2. Prana (vitalidade): energia integrante que coordena as moléculas e células físicas e as reúne num organismo definido;
3. Kundalini (fogo serpentino): energia primária, violenta, estruturadora das formas. É oriunda do centro do planeta.
ENERGIA CONSCIENCIAL OU PESSOAL
É a energia cósmica que a consciência absorve e emprega nas suas manifestações gerais.
Essa energia consciencial é chamada em geral de energia anímica ou magnetismo
pessoal.
Ao ser metabolizada pela consciência, a energia cósmica deixa de ser impessoal e
assume as características pessoais da criatura.
FONTES BÁSICAS DE ENERGIA VITAL
1. Ar atmosférico, através do aparelho respiratório e da pele;
2. Alimentação de sólidos e líquidos, através do aparelho digestório;
3. Absorção de energia pelos chacras;
4. Sono, através da descoincidência dos veículos de manifestação da consciência;
5. Projeção da consciência, através da absorção energética no plano astral.
ATIVAÇÃO ENERGÉTICA
A consciência pode ativar as suas energias conscienciais de três maneiras:
1. Circulação Energética (circulação fechada; estado vibracional);
2. Absorção Energética (recepção energética);
3. Exteriorização Energética (Irradiação energética).
PROPRIEDADES BÁSICAS DA ENERGIA CÓSMICA
1. É acumulável por um sujeito devidamente treinado;
2. É transmissível (pode-se energizar qualquer coisa);
3. Tem polaridade positiva e negativa (YIN e YANG);
4. Pode ser dinamizada pelo campo energético humano através da vontade;
5. Pode acumular qualidades específicas, mesmo quando é inespecífica em si mesma;
6. Pode formar parte da atmosfera de um planeta (energia telúrica, aérea, aquática e
ígnea);
7. É uma degradação de energia mental cósmica;
8. Pode adotar uma diversidade de manifestações, dependendo do ambiente onde
interpenetra;
9. tem três atividades básicas no campo energético humano: recepção, exteriorização e circulação fechada (estado vibracional);
10. A matéria é energia condensada (luz capturada gravitacionalmente); a energia é
matéria em estado radiante. Logo, tudo é manifestação, em graus variados, de uma
mesma energia.


Intuição
Imagem relacionada

A intuição designa o modo de um conhecimento imediato, tanto no contato de um acontecimento presente como na penetração de uma realidade existente, um conhecimento instantâneo, podendo ser de duas naturezas:
sensível ou sensorial, quando se refere à percepção plena de fenômenos materiais; e
inteligível ou intelectual, quando o Homem penetra em seu próprio ser, contatando sua individualidade com os espíritos que o acompanham.
Na Psicologia, foi classificada, por Jung, como Gestalt, o resultado de uma organização interna, espontânea e inata que dá ao Homem uma certa tendência para a origem das coisas e o pressentimento de sua evolução e dos acontecimentos.
É uma função que não atua por raciocínio, sendo irracional como a sensação, preenchendo lacunas da percepção sensorial. 
Jesus disse (Mateus, X, 16 a 20): “Eis que eu vos mando como ovelhas no meio de lobos. Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Guardai-vos, porém, dos Homens. Arrastar-vos-ão para os seus tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas, e por minha causa sereis levados à presença dos governadores e dos reis, para lhes servirdes, a eles a aos gentios, de testemunho. Quando vos levarem, não cuideis como ou o que haveis de falar. Porque naquela hora vos será inspirado o que haveis de dizer. Porque não sois vós que haveis de falar, mas o Espírito de vosso Pai é o que fala em vós.” 
Ao mesmo tempo em que advertia os apóstolos para suas missões, o Divino e Amado Mestre esclarecia o que é a intuição, como vista em nossa Doutrina: a ligação, o principal canal por onde fluem as informações diretamente dos planos espirituais para o médium equilibrado.
Pela intuição agem os Mentores, os Cavaleiros, as Guias Missionárias, os Ministros, enfim, toda a Espiritualidade, nos momentos precisos e decisivos da vida do médium.
Na intuição não ocorre interferência nem mistificação, porque é uma ligação direta.
Pela intuição é feita, também, a ligação entre a individualidade e a personalidade. Esta só tem a experiência de uma vida inteiramente condicionada pelo carma. A individualidade tem a experiência de todas as vidas que o espírito viveu, tendo ainda a vantagem de não estar condicionada a um mundo físico.
Quando, por sua conduta doutrinária, o Homem se liga à sua individualidade, pelo canal interativo, chegam a ele as mensagens de uma longa experiência, exaustivamente vivida, e o Homem erra muito menos.
Quando o médium manipula com mais intensidade a força da Terra num baixo padrão vibratório, seu interoceptível fica saturado de ectoplasma pesado e o Homem perde a agilidade mental, a sensibilidade da intuição, ficando cego e surdo, aguçando seus instintos anímicos e reduzindo a condições precárias seus contatos com a individualidade.
No médium desenvolvido, isso resulta em lapsos agudos de consciência e distúrbios orgânicos. O médium fica inquieto, desarmonizado, tenso, chegando a se revoltar, voltando-se contra os outros, esquecido do que Tia Neiva dizia com freqüência: “Em qualquer hipótese, volte-se contra si mesmo!....”

Fonte: Tumarã
Postado por Templo Puemar do Amanhecer 



Chuva de luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário